Seminário de MMA com Distak NaDrena e na faixa!

O site OLutador.com em parceria com Eduardo Telles lider da equipe Nine Nine sorteia três inscrições gratuitas para o super seminário de MMA com Josuel Distak treinador de grandes nomes do MMA como Ronaldo Jacaré, Rafael Feijão, André Galvão e Anderson Silva.

Durante os três dias de seminário serão ministradas técnicas e taticas de MMA, esse seminário é aberto para todos os atletas de qualquer equipe, todos estão convidados

Data: 03, 04 e 05 de Setembro

Local: Academia Nine Nine

Endereço: R. Remanso, 21 Vila Mariana

Valor: R$ 100,00 (Cem Reais)

Inscrições: 11 5083-5530

((( CLIQUE AQUI ))) e participe da promoção e não fique de fora desse super seminário

Tudo pronto para X Torneio Beneficente de Jiu Jitsu

O Torneio Beneficente de Jiu-Jitsu costuma agitar a cidade de São Paulo no mês de dezembro, mas a décima edição do evento foi antecipada e acontecerá no dia 5 de setembro, no Clube Escola Pelezão, na capital paulista. Com média de público de duas mil pessoas e cerca de 700 inscritos, o Torneio Beneficente de Jiu-Jitsu cobra como ingresso a doação de um quilo de alimento não perecível.

Coordenador do projeto, o professor Jeremias Cassemiro dará como premiação uma camiseta do evento e um certificado de participação, além de medalhas personalizadas até o quarto colocado, além de troféus por equipes até o quinto lugar. Os campeões absolutos no juvenil e adulto ganharão um quimono trançado Dragão, um kit suplemento ou relógio Casio, um camiseta Dragão Kimonos e uma sacola Dragão Kimonos.

As inscrições podem ser feitas na Hammer Academia ou por depósito na conta do evento nos bancos Itaú e Bradesco. Até o dia 28 de agosto, próximo sábado, a taxa de inscrição é de R$35,00, e depois o valor sobe em dez reais. Não perca tempo e garanta já sua inscrição no evento.

Para mais informações, acesse o site www.hammeracademia.com.br ou www.powerfight.com.br.

UFC Sem Limites deste sábado, 28, mostra os bastidores do UFC 118, direto de Boston

UFC 118 - Sábado 28/08O UFC-Sem Limites deste sábado, dia 28, mostra os bastidores da 118ª edição do maior evento de MMA do mundo, direto de Boston. Além disso, os telespectadores conferem a luta principal do UFC 117, quando o “Spider” Anderson Silva e o americano Chael Sonnen disputaram o cinturão dos médios.

A equipe da Rede TV! enviada para Boston mostra, com exclusividade, momentos imperdíveis do UFC 118. Os amantes de MMA vão conferir a pesagem dos atletas, a coletiva de imprensa que precede o evento, além de entrevistas exclusivas, como a feita com o lutador brasileiro Demian Maia que protagonizou, junto com Anderson Silva, uma das lutas mais polêmicas da história do Ultimate Fighting Championship.

Fechando a noite com chave de ouro, o programa mostra o campeão Anderson Silva e o bravo Chael Sonnen se enfrentando em uma das lutas mais emocionantes da história do esporte. Após o combate, que aconteceu no último dia sete, em Oakland, na Califórnia, Dana White deu a seguinte declaração: “Esse é o tipo de luta que cria lendas”.

UFC-Sem Limites, com apresentação de Cris Lyra, narração de Éder Reis e comentários de Fernando Navarro, vai ao ar à 0h, pela RedeTV!.

Tererê ministra seminários na Irlanda

Tererê no Rio Open de Jiu Jitsu 2010

Tererê no Rio Open de Jiu Jitsu 2010

Depois de dar seminários no México e na Inglaterra, o bicampeão mundial de Jiu-Jitsu Fernando Tererê chegou hoje à Irlanda, onde ficará seis dias treinando e ministrando seminários. “Acabo de chegar na Irlanda, onde darei um seminário amanhã de três horas para 35 pessoas, e ficarei seis dias treinando com amigos como Liam Beechewor e outros companheiros”, disse o casca-grossa, voltando à boa forma.

Fonte: Tatame

Calote revolta atletas no EFC Brasil

O que era para ser um final de semana repleto de lutas acabou em calote e confusão em Sorocaba, interior de São Paulo. A primeira edição da feira Expo Fight Championship, que contaria com seminários e eventos de luta no último final de semana, marcou uma sucessão de desencontros e promessas descumpridas, para a revolta de dezenas de lutadores e atletas, como Fábio Maldonado, Cristiano Marcello e Claudinha Gadelha, entre outros, que deixaram a cidade sem lutar nem receber o valor de seus contratos, e do público, que pagou pelos ingressos e não teve o dinheiro devolvido.

A confusão começou na noite de sábado, quando aconteceria a pesagem do evento. Pelo contrato, o valor da bolsa seria pago integralmente após a pesagem, mas a organização avisou aos atletas que o dinheiro seria pago horas depois. Porém, o combinado novamente não fora cumprido, tendo os atletas recebido nova promessa de recebimento no dia seguinte. Os atletas que lutaram no sábado receberam parte do valor prometido em dinheiro e outra em cheque, mas foi preciso muito trabalho para conseguir receber a grana.

SHOGUN E DRYSDALE TAMBÉM TOMAM CALOTE

Além do evento de MMA, o domingo contaria com uma tarde de autógrafos com o campeão do UFC, Maurício Shogun, e um seminário com seu irmão, Murilo Ninja. Um ônibus lotado de jovens chegou para o seminário de Ninja, mas a organização não apareceu para devolver o dinheiro e muito menos pagar o ex-lutador do Pride. “Até agora eu não sei o que aconteceu”, conta Ninja, revelando que a marca Bad Boy pagará a todos seus atletas envolvidos no evento, diminuindo o prejuízo de seus atletas. Outro prejudicado foi Robert Drysdale, que não recebeu o dinheiro pela passagem para os Estados Unidos.

Responsáveis pela organização do evento, Alessandro Campanini e Álvaro prometeram voltar às 15 horas para organizar o evento e pagar as devidas bolsas, mas novamente não apareceram. Revoltados, alguns chamaram a polícia para registrar ocorrência contra os responsáveis pelo evento. “Era para ter lutado no domingo, mas o evento foi cancelado antes de começar. Deu um baita rolo. No domingo, chego para lutar, portão fechado e os seguranças não queriam me deixar entrar”, se revolta Jorge Michelan, que enfrentaria Maiquel Falcão.


Atleta do UFC, Thiago Tavares levou quatro atletas de carro de Florianópolis para Sorocaba e acabou arcando com um prejuízo de R$ 1200. “É complicado, os atletas vivem disso, gastam dinheiro com treinamento e acontece isso. São eventos assim que prejudicam a imagem do MMA. O Campanini e o Álvaro sumiram do mapa, não atendiam o telefone nem nada”, se revolta Thiago, explicando que apenas um de seus atletas foi pago, pela luta de sábado, mas recebeu apenas 50% da bolsa. “Tinha atleta do Rio de Janeiro que não tinha dinheiro para ir embora”, conta.

A equipe da TATAME tentou entrar em contato com a organização do evento, mas todos os telefones estavam desligados e os e-mails não foram respondidos. A marca Rudel Sports, responsável pela venda dos ingressos, enviou uma nota de esclarecimento sobre o ocorrido, se isentando de toda responsabilidade com a falta de pagamento dos atletas e não devolução dos ingressos. Confira a nota abaixo:

RUDEL SPORTS vem a público esclarecer que celebrou um Contrato de Locação de Espaço com a BOX PROPAGANDA (L. de O. NADIA PROPAGANDA E PUBLICIDADE, inscrita no CNPJ nº 10.742.321/0001-15 e Inscrição Municipal 305.686), organizadora do evento EFC Brasil (Expo Fight Championship), cuja realização estava programada nos dias 21 e 22/08, na sede do Clube União Recreativo Camprestre;

Assim, cumpre esclarecer ao público que RUDEL SPORTS NÃO participou da organização do evento EFC Brasil, figurando simplesmente como EXPOSITORA no evento;

Que a sede da empresa foi utilizada como ponto de venda de ingressos antecipados, cuja renda arrecadada foi integralmente repassada para a organizadora do evento.

RUDEL SPORTS repudia veementemente os fatos ocorridos e o total desrespeito da organização do evento com o público, atletas e expositores.

Informamos que os prejudicados devem procurar a organizadora do evento para ressarcimento de eventuais prejuízos.

Encontramo-nos à disposição para quaisquer esclarecimentos que se façam necessários.

RUDEL SPORTS”

Fonte: Tatame

Jiu-Jitsu de primeira na Taça Rio FJJD-Rio

Foto: Carlos Eduardo Ozório

Foto: Carlos Eduardo Ozório

Com transmissão ao vivo pela internet, foi um sucesso a Taça Rio de Jiu-Jitsu, terceira etapa do ranking FJJD-Rio, que aconteceu no último domingo, no Rio de Janeiro. Além de grandes combates, ainda foi sorteada uma passagem ao Europeu de Jiu-Jitsu da IBJJF entre os campeões, e o felizardo foi Rafael Porto (Mestre Wilson), campeão no peso pena faixa-marrom.

O evento começou com as crianças, mas, após a cerimônia de abertura, deu início ao desafio internacional de Jiu-Jitsu sem kimono, com algumas das novas revelações da arte suave. Neste, Oswaldo Augusto “Queixinho” (Soul Fighters) finalizou Ângelo Panoussis (Behring Canadá) com uma justa chave leglock. Marcos Vinicius (DDR) quedou e montou em Mad Jack Magee (Gordo-Evolve Inglaterra). A luta foi interrompida com a desclassificação de Magee, que tentou uma chave de calcanhar, golpe não permitido. O campeão do Pan 2010 João Gabriel (Soul Fighters) venceu Tor Troenge (Gordo-Evolve Suécia) por 4 a 2, com duas raspagens da meia guarda. Por fim, Mike Yackulic (Bhering Canadá) venceu surpreendentemente Eduardo Portela (Checkmat) depois de estar perdendo por 6 a 0. Conseguiu uma raspagem, joelho na barriga e passagem de guarda, no último minuto, para virar em 7 a 6 nos pontos.

Destaques da faixa-preta

Na disputa de kimono, também não faltaram bons combates. Vitor Henrique (GFTeam) foi o grande destaque, campeão no peso médio e no absoluto. Na sua categoria, Vitor bateu duas vezes Antonio Mendes (Nova União), numa chave de três, com dois estrangulamentos, mais precisamente um relógio na finalíssima. No aberto, Vitor finalizou Nilson Ricardo “Capoeira” (Nova União) com um triângulo e bateu Cássio Lisboa (BJJ) por 6 a 2, todos os pontos com quedas dos atletas.

No pena o melhor foi Helio Jr (HBT), que finalizou João Alfredo (GFTeam) com um estrangulamento. No meio-pesado venceu Nilson Ricardo “Capoeira” (Nova União). Primeiro a fera bateu Bruno Ramos (HBT) por 7 a 0, com uma passagem de guarda e montada. Depois, ganhou de Anderson Oliveira (Soul Fighters) por 5 a 4, numa luta bem movimentada. Conseguiu uma raspagem e passagem de guarda contra duas raspagens do oponente. No pesado, Renan Vidal (Gordo-Evolve) venceu Ricardo Evangelista (GFTeam) na decisão do árbitro após empatarem em 2 a 2 (raspagens).  Na final, Renan ganhou Cássio Lisboa (BJJ) por 10 a 0, com duas raspagens e três quedas.

Fonte: Portal das Lutas

Abmar Barbosa treina com os irmãos Almeida em São Paulo

Sentados Diogo Almeida, Abmar Barbosa e Caio Almeida - Foto: Arquivo Pessoal

Sentados Diogo Almeida, Abmar Barbosa e Caio Almeida Foto: Arquivo Pessoal

Os irmãos Caio e Diogo Almeida da equipe Ryan Gracie receberam a visita do faixa preta de Jiu Jitsu da equipe Drysdale Jiu Jitsu Abmar Barbosa.

Abmar que mora nos EUA fez uma rápida passagem pelo Brasil para resolver a documentação para lutar o Asiático e o Ryckson Gracie Cup que acontece em Novembro no Japão e para não ficar parado o atleta aproveitou para trocar um pouco de experiências com os irmãos Almeida na zona leste de São Paulo em um treino de Jiu Jitsu.

“Aproveitamos a visita do Abmar Barbosa em nosso treino para aprendermos novas posições e treinamos até não agüentar mais, foi uma honra receber o Abmar em nosso treino que é um cara humilde e muito gente fina.” disse Caio Almeida.

Para quem quiser saber mais sobre Abmar Barbosa acesse seu site: www.abmarbarbosa.com

Minas bate o Rio no Brasil Fight

Fotos - Carlos Eduardo Ozório

Fotos - Carlos Eduardo Ozório

Fonte: Portal das Lutas

Uma das grandes capitais brasileiras, Belo Horizonte se rendeu ao MMA neste sábado, quando aconteceu o Brasil Fight MMA 2. Aproximadamente três mil e quinhentas pessoas lotaram as dependências da casa de shows Chevrolet Hall, além de outros milhares de telespectadores que acompanharam tudo pela transmissão ao vivo do canal Combate. Depois de perder para o Rio na primeira edição, os mineiros deram o troco nos cariocas no desafio Minas x Rio (4 a 3). Já na principal luta da noite, o espanhol Miguel Duran jogou água no choop dos brasileiros, com vitória sobre Gustavo Coelho.

Espanhol casca-grossa

A luta internacional foi muito parelha. Enquanto o faixa-preta Gustavo Coelho tentava usar o Jiu-Jitsu, Miguel prensava nas grades de atacava com joelhadas nas pernas do oponente. Coelho conseguiu derrubar, mas Miguel se defendeu bem, com a chave Kimura encaixada. Ao final, duro trabalho para os árbitros laterais, que apontaram o espanhol como vencedor, por decisão dividida.

Vitória mineira

Na primeira edição do Brasil Fight, os cariocas levaram a melhor por 4 a 1. Mais uma vez os mineiros não tiveram vida fácil, mas levaram a melhor. No primeiro combate do desafio, Cesar Gordim (MG) vinha melhor na trocação contra Fabiano Bob Sponja (RJ). Bob conseguiu quedar, mas, ao tentar uma chave de pé, permitiu que o oponente fosse para cima. Neste momento, Gordim passou a socar até consolidar o nocaute técnico. Eduardo Ratinho (RJ) encarou Maurício Facção (MG), luta marcada pela provocação dos atletas durante a promoção do show. Ratinho foi com tudo e aplicou um knockdown logo de início. O jovem, de apenas 18 anos, também trabalhou bem no chão e levou vantagem nas duas primeiras parciais. No último assalto, Facção reagiu, mas não foi o suficiente. Por decisão unânime, Ratinho empatou o placar em 1 a 1.

O terceiro combate reuniu dois strikers top do MMA brasileiro, o campeão de kickboxing Thiago Michel (MG) e o pupilo de Luiz Alves Felipe Olivieri (RJ). Michel levou a melhor na trocação, tendo conectado bons chutes. Aparentemente cansado no terceiro round, Felipe levou mais alguns chutes. Um corte na boca obrigou a intervenção médica.

“Agora vou é comer uma pizza, açaí e um pacote de biscoito Passa Tempo!”, comemora Michel.

Para ampliar a vantagem ao time da casa, Joaquim Mamute quase levou atraso de Marcelo Oliveira (RJ). Tentou um armlock e ficou por baixo. Mas, na segunda etapa, o faixa-preta fez valer o seu Jiu-Jitsu. Quedou, passou a guarda e finalizou com um estrangulamento da imobilização norte-sul. “Tentei o armlock, mas ele é 20kg mais pesado que eu, um cara duro. Contra cara grande e forte, tem que ser com estrangulamento”, ensina.

Em seguida, mais uma fera do Jiu-Jitsu ampliou a vantagem mineira, Erik Wanderlei. Contra o striker Eduardo Camaleão (RJ), soube se defender dos socos e quedou. No chão, passou a guarda, botou o joelho na barriga e montou, de onde socou até o juiz separar. Igor Chatubinha (RJ) diminuiu a vantagem da casa. Contra Marcelo Uirapuru (MG), tratou de encaixar rapidamente o triângulo de braço, sua especialidade. A finalização, em 1min36s, valeu a faixa-marrom, entregue pelo professor Relma.

Uma das lutas mais aguardadas trouxe Bruno Carioca (RJ) e Cristiano Titi. O combate foi duríssimo e parelho, mas dois knockdowns deram vantagem a Carioca, vencedor por decisão unânime. Mais não tinha mais jeito: os mineiros comemoraram o triunfo por 4 a 3 e foram festejar.

Confira todos os resultados:

Dia 14 de agosto de 2010

Chevrolet Hall, Belo Horizonte, Minas Gerais

Desafio MG x RJ

Cesar Gordim (Gordim Team) venceu Fabiano Bob Sponja (TFT) por TKO aos 3min06sdo  R2

Rodrigo Ratinho (TFT) venceu Mauricio Facção (Gracie Fusion BH) por decisão unânime

Thiago Michel (Gracie Fusion BH/ Ely kickboxing) venceu Felipe Olivieri (Nova União/Boxe Thai) por TKO aos 2min23s do R3

Joaquim Mamute (Gracie Fusion BH) venceu Marcelão de Oliveira (BPT) por finalização a 1min58s do R2

Erik Wanderley (Gracie Fusion BH) venceu Eduardo Camaleão (BTT) por TKO aos 4min2s do R1

Igor Chatubinha (Relman/ Minotauro Team) venceu Marcelo Uirapuru (Gracie Fusion BH) por finalização a 1min36s do R1

Bruno Carioca (Zé Mario Team) venceu Cristiano Titi (Gracie Fusion BH) por decisão unânime

BRASIL X ESPANHA

Miguel Duran (Nova União) venceu Gustavo Coelho França por decisão dividida

Gabrielle Garcia: “Quero ser o Roger do feminino”

Gabrielle Garcia - Foto OLutador

Gabrielle Garcia - Foto OLutador

Campeã de tudo, Gabrielle Garcia ainda sofre com o preconceito. Se entra numa luta de absoluto, todos os espectadores da arquibancada – com exceção dos companheiros de treino na Alliance – torcem contra. “Eu não entendia isso, achava que as pessoas torciam contra mim. Com o passar do tempo fui aprendendo a conviver com isso”, disse a faixa-preta, que venceu todos os campeonatos que disputou este ano.

Num bate-papo exclusivo, publicado na edição deste mês da Revista TATAME, Gabi falou sobre seu começo na arte suave, suas inspirações, os momentos de dificuldade e o sonho de se tornar a maior lutadora da história do Jiu-Jitsu. “O Roger pode finalizar todas as lutas da montada, mas eu não posso finalizar todas as minhas do mesmo jeito porque as pessoas vão criticar… Eu quero ser o Roger Gracie do feminino”, disparou. Corra até a banca mais próxima para comprar a sua TATAME #175

Fonte: Tatame